Este ano, a Missão País é chamada a uma missão diferente, num tempo em que nunca foi tão importante unir forças para chegar a quem mais precisa, missionando onde nunca antes tínhamos sido chamados a missionar. Nós, jovens, pomo-nos ao serviço onde podemos agir e, por isso, se nos é pedido que sejamos responsáveis, ficamos perto de casa. Sem mudando o que nos caracteriza: Inspirar gerações que vivam a fé católica em Missão, vamos servir as nossas cidades!

Em 2021 vamos missionar pelas ruas que já tanto nos viram passar, nas paróquias perto de casa, não querendo deixar de acompanhar à distância a localidade onde iríamos missionar (tendo a possibilidade de ter um contacto presencial pontual ).

Há 18 anos que partimos em missão, e 2021 não vai ser exceção. Nesta realidade possível e diferente, mas com a mesma vontade de transformar corações através do serviço e oração. Encher paróquias, voltar a missionar, cantar o hino todos os dias, servir onde também é muito preciso. A realidade atual está a chamar por cada um de nós, pede que nos adaptemos a ela, mas que não baixemos os braços!

Das maiores dificuldades, nascem as coisas mais extraordinárias! Porque temes?

2020 tem sido um ano diferente, um ano muito desafiante e que trouxe como consequência uma grande incerteza e dificuldade de planeamento a longo prazo. Foi também um ano em que coisas tão simples como sair à rua, dar um abraço, ir à Missa, tiveram de ser repensadas. E a Missão País não é exceção. Em setembro, desenvolvemos um plano de contingência com varias alterações à semana de missão mas que requeria uma aprovação por parte da DGS, e é sobre esse plano que temos trabalhado ao longo dos últimos meses.

O parecer por parte da DGS, relativamente ao que tínhamos desenvolvido, acabou por ser negativo.
Assim, agindo de forma coerente, com prudência e em concordância com a DGS,  salvaguardando a segurança das localidades e dos missionários, percebemos que não é possível fazer missão nas localidades. 

Não foi uma decisão fácil, mas depois de muito rezar, confiamos que esta decisão veio de Deus e que é a melhor forma de agarrar a Missão País e servir este ano!

Enquanto jovens católicos e enquanto Missão País, face a esta situação, percebemos que tínhamos dois caminhos por onde seguir: cancelar a Missão País 2021, o caminho mais fácil, ou continuar a servir.

Percebemos  que não podíamos parar, principalmente este ano, em que tanta ajuda é precisa.

Mas como, face ao contexto atual ?  

Iremos missionar perto de casa.

É a vez das grandes cidades do Porto, Aveiro, Covilhã, Coimbra, Leiria, Lisboa, Setúbal, Évora, Faro e Funchal serem acolhidas e transformadas pelas Missão Pais.

Com cada missão associada a uma paróquia da cidade, damos início ao dia com a oração da manhã, seguida de manhã, almoço e tarde por comunidades/valências, e terminando todos juntos com uma  oração de fim de dia e missa.

  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Ícone cinza LinkedIn